Newsletter
Mensagem
Ao serviço dos Empresários da Região
Ao serviço dos Empresários da Região
 

AEBB integra órgãos sociais da Associação Ibérica de Turismo de Interior (AITI)

associacao_aitiA Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova acolheu no dia 29 de março, a cerimónia de apresentação pública e tomada de posse dos Órgãos Sociais da recém criada Associação Ibérica de Turismo de Interior.

A Direção da AITI é presidida por Miguel Martins e a AEBB - Associação Empresarial da Beira Baixa assume o cargo de vice-presidente desta Associação, que tem António Trigueiros de Aragão como Presidente da Assembleia Geral e Maria José García Curto é presidente do Conselho Fiscal, para o Quadriénio 2022-2025.

"A AITI nasce porque achamos que está na hora de mudar o relacionamento entre Portugal e Espanha e ver na união destes dois territórios uma oportunidade de futuro, no que ao Turismo diz respeito. Queremos que a fronteira não seja mais que uma linha territorial geográfica que divide os dois países. A AITI não é, nem será, uma associação local, mas sim transfronteiriça que quer representar o interior ibérico", referiu Miguel Martins.

A sessão contou com a presença da Secretária de Estado da Valorização do Interior, Dra. Isabel Ferreira que congratulou esta iniciativa "que parte do território", lembrando que Portugal e Espanha têm uma estratégia comum de desenvolvimento transfronteiriço e que são precisos projetos como este para "consolidar essa estratégia transfronteiriça".

A Associação Ibérica de Turismo de Interior, com sede em Idanha-a-Nova, é uma organização que une agentes económicos do setor do turismo de Portugal e Espanha com o objetivo de valorizar o território transfronteiriço ibérico de operadores turísticos, através da cooperação, colaboração e comercialização dos recursos e produtos existentes, com a criação de pacotes abrangentes face à proximidade de Portugal e Espanha.

A AITI nasceu para "defender o turismo como setor criador de riqueza e sustentabilidade, com base nos seguintes princípios: unir, cooperar, colaborar, comercializar, ligar, sensibilizar, dar visibilidade, exigir, construir e tornar sustentável".

(fonte fotografias: Município de Idanha-a-Nova)